Mar
3
2010

Confira 100 dicas de SEO para seu site

Business Graph

SEO – Search Engine Optimization

Para quem já tem certa experiência com SEO poucas dicas serão novidade, mas para aqueles que estão começando essa série será uma ótima experiência.

  1. Coloque Javascript e css em arquivos separados;
  2. Se tiver realmente que usar uma navegação com Javascript, faça uma navegação alternativa com links de texto para o crawler e visitantes com javascript desabilitado possam alcançá-los;
  3. Utilize o arquivo robots.txt;
  4. Tenha sempre a expressão “Content is King” (eu odeio falar isso) em mente, pois sem um bom conteúdo não conseguirá bons links e os usuários não retornarão;
  5. Tente posicionar a sua barra de navegação depois do conteúdo no código HTML;
  6. Consiga links de qualidade, estudando afundo técnicas de link building e link bait;
  7. Não fique obcecado pelo Pagerank, principalmente como ele é mostrado na Google Toolbar. Fazendo qualquer busca no Google, podemos perceber que os sites com maiores Pagerank nem sempre estão na primeira posição;
  8. Não utilize muitas barras (/) na URL;
  9. Faça uma Title Tag única para cada página do site;
  10. Coloque conteúdo novo de tempos em tempos. Search Engines adoram sites atualizados, e consequentemente, sites atualizados rankeiam melhor.
  11. Tente conseguir links com bons textos âncoras. Seguindo algumas regras simples, isso pode ser bem mais fácil do que parece;
  12. Procure usar modificadores de palavra chave , para conseguir um tráfego maior. Embora as buscas por palavras genéricas seja num contexto geral, um pouco maior, podemos conseguir um tráfego muito bom para keyword + modificador;
  13. Utilize sempre hífens nas URLs como separador, inclusive nos nomes das imagens;
  14. Não deixe de usar as header tags;
  15. Comece a fazer o SEO logo no projeto do site. Evite muitas imagens e Flash;
  16. Cheque se a canonização da URL está feita adequadamente, escolha a url preferida, por exemplo http://www.dominio.com.br e aplique as regras de canonização;
  17. Otimize suas páginas principais e faça links internos para elas;
  18. Use suas keywords no links de texto, atributo alt das imagens, title tag, meta tags, conteúdo…e no nome do domínio se for possível. Cuidado com o Spam;
  19. Tente fazer páginas com número de palavras entre 300 e 750;
  20. Não use Frames para não confundir os crawlers;
  21. Use Ajax e Flash só se for necessário;
  22. Não se preocupe com a extensão dos seus arquivos na URL, usar .html, .php, .asp… não faz diferença;
  23. Esqueça a submissão do Google. Se quer seu site seja indexado rapidamente, consiga links para ele. Social Media Sites são ótimos aliados quando precisamos de velocidade na indexação;
  24. Disponibilize um feed para dar a oportunidade dos visitantes acompanharem mais de perto seu site;
  25. Se o seu site não se atualiza frequentemente, faça um blog com notícias sobre o seu ramo de atividade, para que a “missão” de atualizar seja facilitada;
  26. Utilize um software de qualidade para obter estatísticas detalhadas. Recomendo fortemente o uso do Google Analytics;
  27. É melhor conseguir um link de qualidade do que vários sem muita qualidade;
  28. Evite o excesso de repetições de uma palavra podem prejudicar os rankings;
  29. Evite colocar conteúdo em PDF, ou documento MS Word. Divida esse conteúdo e coloque em várias páginas HTML se preciso. Se não for possível evitar isso, a menos avise o usuário de que o link se trata de um documento PDF, por exemplo;
  30. O texto ao redor dos links é muito importante. Se você está falando sobre futebol e faz um link para uma página de SEO, esse link não terá tanta relevância quanto poderia;
  31. Tome cuidado com o servidor que está hospedado, você pode ter “vizinhos” spammers;
  32. Ao bloquear informações do domínio como o nome do dono quando você registra, você pode ser visto com maus olhos pelos Search Engines;
  33. Durante a otimização, Dê uma atenção principal para as title tags;
  34. Cadastre seu site em diretórios importantes. Embora os diretórios tenham perdido um pouco de espaço, esses links ainda podem ser preciosos;
  35. Além do SEO, pense também na usabilidade do seu site. Uma boa usabilidade pode influenciar no seu link building e consequentemente nos rankings;
  36. Não hesite em linkar pra outros sites. Isso vai encorajá-los a linkar pra você;
  37. Garanta sempre que seu conteúdo seja único. Se alguém copiou seu conteúdo o Search Engine saberá de quem é o conteúdo original;
  38. Não faça redirecionamentos utilizando javascript;
  39. Evite splash pages (páginas iniciais, com flash, imagens,…) a qualquer custo. Se isso não for possível, coloque uma navegação alternativa com links de texto;
  40. Não compre domínios muito grandes, ou com muito hífens;
  41. Não compre links;
  42. Tente conseguir links .gov, ou .edu. Esses sites geralmente são autoridades. Para testar se você tem algum link como esse pode testar no Yahoo! como nesse exemplo. Assim você obtém a lista de todos os domínios .edu que linkam para o seu, se tiver algum;
  43. Tente focar uma keyword por página. Dependendo da confiança do seu domínio, conteúdo e ramo de atividade, pode ser muito difícil rankear para mais de uma keyword, isso não quer dizer que não seja possível!
  44. Utilize boas ferramentas e faça sempre uma boa keyword research antes e durante qualquer projeto;
  45. Os resultados dos Search Engines são dinâmicos, portanto, o processo de otimização deve ser contínuo;
  46. Fique de olho nos principais sites do seu ramo. Analise backlinks, conteúdo, organização, usabilidade, e tente extrair tudo o que lhe parecer interessante;
  47. Utilize keywords nos atributos alt das suas imagens e no conteúdo prómixo a ela;
  48. Utilize a palavra “foto” ou “imagem” nos atributos alt das imagens;
  49. Se o seu obejtivo é aparecer no Google, não se preocupe com as meta keywords, para outros search engines elas ainda tem alguma importância, para o Google elas só servem pra detectar spam;
  50. Use links absolutos. Se alguém roubar seu conteúdo descaramente, você ganhará alguns links, além de indicar para os bots de quem é o conteúdo original;
  51. Entenda como funciona e utilize sempre os social bookmarks como Digg, Rec6, Linkk…;
  52. Crie um sitemap.xml para seu site ou blog;
  53. Crie um sitemap.php, sitemap.html…com links para todas as suas páginas (se não forem muitas) para facilitar a vida de usuários perdidos e ajudar a diminuir o número de cliques para chegar em suas páginas mais profundas. Se o site for muito grande, podemos ter mais de um sitemap, ou links distribuídos em outros tipos de páginas;
  54. Evite páginas de conteúdo similar, para que não haja keyword cannibalization;
  55. Observe as keywords que trazem mais tráfego e tente otimizar seu site para elas;
  56. Tenha sempre em mente que quanto mais acima no código, mais relevância será dada ao conteúdo;
  57. Utilizando a dica acima, e sabendo da importância da title tag, coloque a sua title tag imediatamente após a tag no código;
  58. Evite usar Meta Tags desnecessárias;
  59. Não linkar, nem se envolver com qualquer site que faça manipulação de links;
  60. Fique sempre atento a densidade das keywords;
  61. Ter a keyword no nome do domínio pode te trazer boas vantagens, especialmente quando alguém busca por “otimização de sites” e o seu domínio é otimizacao-de-sites.com.br;
  62. Faça com cuidado as primeiras frases do conteúdo das suas páginas, elas podem ser usadas para elaborar o snippet (“resumo” da sua página que aparece nos resultados);
  63. Para aqueles que costumam elaborar uma boa meta description (recomendado), ela e as primeiras frases devem estar de acordo;
  64. Forneça ao usuário várias formas de se chegar as suas páginas. Links no conteúdo, links relacionados, barras de navegação, links no rodapé, sitemap…
  65. Se você usa “image maps”, faça uma navegação alternativa pois o search engine não segue esse tipo de link;
  66. Use variações semânticas das palavras chave, os search engines aprendem e conseguem relacionar palavras equivalentes. Isso evita textos excessivamente repetitivos;
  67. Evite usar tamanhos de fonte muito pequenos, pois isso pode ser considerado spam;
  68. Não faça link farm de maneira alguma, isso só vai prejudicar seu site;
  69. Não participe de programas de link exchange;
  70. Não faça duas páginas de um mesmo assunto para que não ocorra keyword cannibalization ;
  71. Evite usar Session ID´s, ou qualquer outro identificador único na URL;
  72. Teste a velocidade de carregamento das suas páginas. Se levar mais de 6 segundos para carregar, conserte porque você perderá tráfego com isso;
  73. Sempre busque por links quebrados no seu site! Uma boa ferramenta para fazer isso é o Xenu;
  74. Tenha sempre uma página 404 personalizada! não uma página genérica com uma mensagem de página não encontrada;
  75. Configure o Google Webmaster Tools, Yahoo! Site Explorer and Live.com Webmaster Tools para ver seu site dos diferentes “pontos de vista” dos search engines e descobrir se há algum erro em qualquer um deles;
  76. Aproveite o Facebook e o Myspace para divulgar seu site;
  77. Não publique conteúdo em PDF ou MS Word, se isso for necessário, avise o seu leitor de que aquele link aponta pra um documento desse tipo;
  78. Se você tem um dinheiro para investir no site, uma mistura SEO e links patrocinados pode ser muito vantanjosa;
  79. Fique de olho nos “termos relacionados” dos principais search engines, eles podem de dar dicas valiosas de quais keywords focar;
  80. Tente criar uma marca, dentre outros fatores, os usuários lembrarão muito mais facilmente do seu domínio e voltarão se o site tiver qualidade;
  81. Não faça uso de Cloaking;
  82. Fique de olho na sua bounce rate, e tente mantê-la sempre abaixo dos 50%;
  83. Alguns reciprocal links com sites relacionados podem ser muito bons. Só não deixe que a maioria dos seus links sejam recíprocos;
  84. Tente sempre utilizar modificadores de palavras chave para acrescentar tráfego nas suas páginas;
  85. Uma das coisas mais importantes no SEO é ser paciente e deixar o processo trabalhar para você, e não contra você. Mesmo utilizando todas as técnicas de SEO, dependendo do ramo de atividade, você pode levar pelo menos 1 ano para rankear para keywords competitivas. Portanto, seja paciente;
  86. Crie link clusters dentro do site. Supondo que você tem uma página com a keyword “Dicas de SEO”, edite outras páginas para que linkem pra essa usando essa keyword e variações dela, como por exemplo “Dica de SEO”, “SEO Dicas”, “Dicas SEO”.
  87. Não transforme seu site em um balcão de vendas, enchendo-o com propaganda;
  88. Não se esqueça de fazer a validação das suas páginas;
  89. Procure manter uma faixa de 500 a 700 palavras na página;
  90. Use action words para conseguir um tráfego adicional;
  91. Keywords no começo e no final dos parágrafos são particularmente importantes;
  92. A tag h1 é uma das mais importantes, e deve ser único para cada página. Além disso, sua tag h1 deve estar de acordo com sua title tag;
  93. Aproveite as keywords h2,h3… para focar keywords + modificadores;
  94. Se você usa links em imagens, não deixe de usar o atributo alt, pois nesse caso ele tem uma função semelhante ao texto âncora. Porém, links em texto, com âncoras tradicionais são muito mais recomendados quando falamos de SEO.
  95. Use <strong> para enfatizar suas palavras mais importantes, mas sem exagero, pois o excesso dessas tags pode ser prejudicial .
  96. Faça um bom planejamento da hierarquia do seu site, para que não vire uma colcha de retalhos;
  97. Não use Misspellings, isso pode diminuir a credibilidade do site;
  98. Quando falamos em idade de um site, vale a data que o domínio começou a ter suas páginas indexadas, e não a data de registro do domínio. Ou seja, não adianta comprar um monte de domínios e deixá-los sem conteúdo só pra envelhecer;
  99. A TLD pode influenciar em buscas locais. Ex: .com.br. Tirando isso, não influencia diretamente no posicionamento.
  100. Os links precisam amadurecer antes que comecem a passar qualquer valor. Se domínios são como o vinho, os links também são! Quando muitos links aparecem em um curto período de tempo, o Search Engine faz uma análise e pode aplicar a punição.

Fonte: http://www.mestreseo.com.br/seo/100-dicas-rapidas-de-seo-parte-4

VN:F [1.9.18_1163]
Avaliação:
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)
VN:F [1.9.18_1163]
Rating: 0 (from 0 votes)

Posts relacionados

About the Author: Eduardo Nicácio

Analista de Sistemas com experiência em sistemas de médio e grande porte em empresas de Telecom, Seguros e Automobilística. Possui mais de nove anos de experiência em desenvolvimento de sistemas Web, cliente-servidor, multi-camadas e desktop, trabalhando com tecnologias como .Net (C#), Java, Delphi, ASP, JavaScript, XML, CSS, XHTML, SQL, Transact/SQL, PL/SQL, PG/SQL, MySQL, Unix/Linux e ShellScript. Quando não está estudando ou desenvolvendo alguma coisa nova, gosto de passar o tempo com sua esposa e os seus amigos.

Deixe um comentário

Spam protection by WP Captcha-Free